segunda-feira, 5 de dezembro de 2022

Fechamento NOVEMBRO/22: R$312.427 ou -3,88 ou -R$12.546 (histórico: +9,73%)

 Colegas Tardios, meu sobrenome é consistência. Aqui estamos nós, pontuais como sempre, para o penúltimo fechamento do ano.

FINANCEIRO


Vejam só que engraçado: mês passado eu tive o terceiro melhor fechamento do ano na carteira, certo? Pois bem, esse mês de novembro eu tive o PIOR fechamento do ano. A carteira como um todo caiu quase 4% e não acho que seja pra menos mesmo, dado todo o cenário que está instalado aí (mundial mas, principalmente, o nosso interno aqui, que é sempre caótico).


Mais um mês em que os aportes totalizaram um grande zero. Continuo fazendo a reserva pras viagens (tanto a do final do ano como a do ano que vem), devo gastar uma grana razoável nisso. Não quero abrir mão disso pois sei que, uma vez colocado em prática o plano Canadá, provavelmente terei aí pelo menos 3 anos de perrengue pra passar. Sendo assim, é bom que eu entre nesse período de grandes incertezas pelo menos um pouco revigorado.


Os dividendos do mês vieram novamente baixos se comparados à outros meses do ano, e totalizaram R$1.530. Acredito que agora em dezembro eles devem vir mais gordos, pois várias empresas deixam pra distribuir JCPs e etc antes do ano virar. O total do ano está em R$17.450,68, portanto dependendo do que vier em dezembro acho que posso conseguir ficar bem em cima da meta de R$20K no ano, o que seria muito legal.



Eu meio que tô deixando a carteira abandonada: não tenho nem aportado nada e nem acompanhado o que está acontecendo no mercado. O bom é que isso nem está me incomodando, pois acho possível que essa carteira simplesmente deixe de existir por conta do Plano Canadá.



TRABALHO


No trabalho as coisas seguem do mesmíssimo jeito. Eu já decidi que quando eu entrar em breve no ciclo de avaliação irei falar com a minha chefe sobre a questão do meu cargo + salário, pois acho simplesmente surreal que eu não ganhe nem um aumento e nem uma promoção dado tudo que entreguei e estou fazendo esse ano.

No mais, hoje fiz a última entrevista para uma vaga em uma empresa que me parece bem interessante, pois além de ser puramente na área na qual eu pretendo atuar no Canadá, eu irei trabalhar em contato quase que exclusivamente com times de fora do Brasil, ou seja, terei que botar meu inglês em prática na marra. É um cargo 2 degraus acima do meu atual e, pelo que pesquisei, eu ganharia cerca de 60% a mais do que eu ganho hoje. Não sei se vou mesmo passar na vaga, mas caso eu passe eu teria também que negociar a questão da minha viagem no início do ano (não vou abrir mão dessa viagem).

SAÚDE


Esse mês novamente tenho consulta na endócrino e irei ver como as coisas estão indo. Acredito que está tudo +- na mesma, porém uma coisa que irei pedir pra ela solicitar pra próxima consulta é minha questão hormonal. Quero ver se está tudo certo nesse âmbito.
A alimentação segue ok também, besteiras como 1x na semana no máximo, aos FDSs. Tenho feito mais comida em casa, o que sempre considero bom pois não tenho dúvida de que me alimento melhor quando eu mesmo preparo minha comida.

PESSOAL


O Plano Canadá segue sendo a pauta principal da minha vida e da vida da Alta. Confesso que ele tem caminhado com altos e baixos, às vezes bate um desânimo mas a gente não pensa em desistir. Essa semana vamos entrar em contato com uma consultoria de imigração apenas pra tirar algumas dúvidas e expor qual é o nosso planejamento, talvez eles possam nos dar bons insights. Meu estudo do inglês deu uma caída recentemente (esse é o tipo de coisa que realmente é difícil ter uma constância diária), mas isso também deve ser porquê estou estudando sozinho. Preciso inclusiver me programar pra começar logo a fazer essas aulas de speaking.

O fim do ano tá chegando e também estão chegando as viagens do final do ano e a do ano que vem. A do final do ano será curta e não tem muito o que programar, porém a do ano que vem estou fazendo a programação junto com a Alta. Estou bem ansioso por essa viajem, será um ótimo tempo pra desligar a cabeça, curtir as coisas e voltar renovado pro que está por vir. Não estou iludido e sei que esses primeiros anos no Canadá não serão fáceis, então entrar nessa jornada renovado vai ser essencial.

Abraços Tardios !

quarta-feira, 2 de novembro de 2022

Fechamento OUTUBRO/22: R$324.973 ou +3,29 ou +R$10.300 (histórico: +14,16%)

Colegas Tardios, aqui estamos nós para, como de costume, mais um fechamento mensal. Queria estar postando mais além dos fechamentos, mas não tenho tido ânimo e nem muito tempo pra fazer algo além disso. Bora.

FINANCEIRO


Este mês o desempenho da carteira foi novamente positivo (aliás, o terceiro melhor do ano), e ela subiu mais de 3%. Se eu tivesse que fazer um chute aqui, eu chutaria que ano que vem a bolsa deve cair bastante por aqui, pois a monstruosa bomba fiscal deixada pelo Capitão irá ficar AINDA maior com o ex presidiário. Essa bomba sem dúvida vai estourar e é óbvio que o mercado vai precificar isso.


O aporte desse mês foi um total de zero reais, e o motivo eu já havia adiantado à vocês: estou montando a reserva para a viagem do início do ano que vem. Estou deixando esse dinheiro na conta corrente mesmo, pois em breve pretendo começar a comprar moeda para a viagem. Pretendo também atualizar alguns gadgets meus, e nisso gastarei uma grana considerável. É impressionante como nosso poder de compra é simplesmente um lixo, mesmo considerando que comprarei as coisas em um local onde elas não são superfaturadas como aqui.


Os dividendos desse mês vieram mais baixos, tendo somado R$1.310,56, mas ainda assim acima de um saçário mínimo. O total do ano está em R$15.920,72, e acho que será difícil bater a marca dos R$20K esse ano. De qualquer forma a marca está muito boa perto do que eu tinha há apenas um ano atrás.



Esse próximo gráfico ainda deixa bem claro como os ativos nos EUA estão sofrendo (META já caiu mais de incríveis 50% desde que eu comprei), realmente é uma pena eu não estar aproveitando essas quedas todas.


TRABALHO


No trabalho as coisas seguem na mesma. Na prática eu já assumi a função do cara que foi mandado embora (e tinha um cargo bem maior que o meu e recebia pelo menos o dobro do meu salário). Pra me sentir menos imbecil eu tento pensar que, pelo menos, estou adquirindo uma experiência que irá me ajudar quando eu estiver no Canadá. Aliás, uma coisa que eu percebo é como é difícil conseguir um trabalho no Brasil. Eu tenho um bom currículo, não tenho dúvida de que sou bastante competente, fiz várias entrevistas nesses últimos tempos mas fui chamado para um total de ZERO vagas. Isso me deixa bem desmotivado e puto, pois eu realmente queria sair de onde eu estou.

SAÚDE


Pois é, galera, ele tardou mas não falhou: o COVID chegou até mim. Neste momento que vos escrevo estou no sexto dia do início dos sintomas. Fui ontem na empresa fazer o teste e o safado deu positivo. Fiquei bem ruim esse FDS, e estou absolutamente sem olfato e sem paladar. Inclusive uma coisa que é incrível é como o home office normalizou o trabalho doente. Agora foda-se se você está bem ou não, você trabalha de qualquer forma. Não deixei de trabalhar nenhum dia, inclusive na sexta feira, quando eu estava com 39 graus de febre, eu estava em reunião. Ninguém está nem aí pra porra nenhuma.

Fora o COVID está tudo certo. Tenho tido bem pouco saco de cozinhar em casa ultimamente, então tô pedindo comida praticamente todos os dias, mas até das comidas que eu peço eu estou ficando enjoado. Tá um saco isso aí. Semana que vem farei a consulta com a endócrino, vamos ver como estão as coisas no geral.

PESSOAL


Plano Canadá, meus amigos. Já decidimos para qual cidade vamos, e eu decidi qual curso irei fazer e em qual College. O objetivo é que a gente vá no final do ano que vem, para que eu pegue o intake de janeiro/2024 no College. A outra opção, caso essa fique complicada por conta do tempo, seria irmos por volta de abril de 2024 para que eu entre no intake de maio de 2024. Se eu tinha algum resquício de dúvida sobre esse plano ele simplesmente desapareceu quando vi o resultado dessas eleições e tudo o que está se seguindo à elas. A vida é muito curta pra que eu desperdice ela vivendo nesse projeto de país que não está dando certo.

Estou estudando inglês diariamente pra que eu tire a maior nota possível no IELTS. Acredito que só fato de ter um bom inglês já irá facilitar muito as coisas por lá. A Alta continua extremamente animada com o plano, e isso é bom, a animação dela me ajuda bastante a também me manter animado.

Bom, é isso pra essa atualização, não estou com muito ânimo pra escrever. Cuidem-se aí, Tardios.

domingo, 2 de outubro de 2022

Fechamento SETEMBRO/22: R$314.673 ou +0,99 ou +R$8.231 (histórico: +10,52%)

 Colegas tardios, vamos nós aqui para mais um fechamento nessa bagaça. Ah, e hoje é um dia triste, pois sabemos que ou o maldito governo atual continua (improvável), ou em breve terá início um novo governo tão ruim ou pior que o atual. Isso é ser brasileiro.

FINANCEIRO


Esse mês foi parecido com todos os outros: aquela montanha russa. A carteira subiu pífios 0,99%, muito por conta da queda livre que os ativos lá fora estão sofrendo. Tô bem triste de não estar aportando nada lá viu..mas por ora irei me manter com o foco no Plano Canadá, né.


O desempenho global da carteira voltou ao patamar dos dois dígitos pela primeira vez desde abril do ano passado. Vamos ver por quanto tempo isso se mantém.

Aportei esse mês R$5.126,06, integralmente na RF. Inclusive, meus aportes nos próximos meses deverão ser menores. Fechei uma viagem para o início do ano que vem com a Alta, e na verdade ficarei 2 meses fora. Fechamos também um rolezinho pro final do ano, depois de um ano tão difícil (pra mim) eu me sentiria muito deprimido em passar o final do ano em casa. Com isso os aportes aí dos próximos meses irão sentir bem, mas o dinheiro tem que servir pra essas coisas também, afinal.


Esse mês tive o recorde de dividendos do ano, e o segundo maior recebimento em um mês. O valor total foi de R$2.401,83, e o total do ano está em R$14.610,17.



Esses dividendos com certeza poderiam estar melhores se eu estivesse focando na alocação em RV, mas tudo bem, já é uma marca muito boa perto do que eu tinha.


Esser gráfico aí em cima mostra bem o banho de sangue tá acontecendo lá fora. Acho que o mundo está passando por uma conjuntura bem tenebrosa, mas como bem sabemos são exatamente esses momentos que fornecem excelentes oportunidades.

TRABALHO


No trabalho as coisas continuam la misma mierda. Agora estamos indo com um pouco mais de frequência trabalhar presencialmente (entre 1 e 2x por semana, na média), o que eu acho péssimo. O tempo que perco com transporte + o tempo que perco com o mundo de papinho furado que sempre fica rolando em encontros presenciais é foda. Mas no fundo eu sei que quase tudo me encomoda porquê eu já tô absolutamente de saco cheio desse trabalho, das pessoas de lá e tudo o mais, hahaha. Inclusive na reunião de time do mês eu fui ''reconhecido'' pelas minhas recentes entregas. Eu quero é ver se isso vai se traduzir num aumento de salário/promoção. Tivemos inclusive uma reunião com a diretoria da empresa + o presidente, e essa reunião foi basicamente pra apresentar uma dessas minhas entregas. Quem apresentou foi minha chefe (claro né, alguém aqui acha que ela ia perder essa oportunidade?) mas eu estava lá também e pude esclarecer pontos que ela obviamente não sabia explicar.

De qualquer forma eu não me iludo, nessa empresa que eu trabalho o jogo já tem todas as suas cartas marcadas e isso independe totalmente da sua competência ou das suas entregas.

SAÚDE


Aqui as coisas estão ok também. Acho que esse foi um bom mês pra alimentação, eu e a Alta temos evitado bem comer porcarias em nossos rolêzinhos. Damos sempre preferência a comer comida de verdade, e comida boa. Minha próxima consulta com a endócrino é apenas no mês que vem, mas tenho alguns exames que ela me sugeriu fazer e que eu estou enrolando pra fazer. O hipertireoidismo de fato parece que foi curado, pois estou há mais de 3 meses já sem tomar o remédio e, ao que tudo indica, os hormônios estão todos certos.

PESSOAL


O Plano Canadá tem passado por alguns altos e baixos, no sentido de que ainda não estamos 100% certos do caminho a tomar. Os últimos draws do Express Entry estão vindo cada vez com pontuações menores, e estou começando a achar que existe a chance de irmos dessa forma, ou seja, sem ter que pagar um college e saindo do Brasil já com um visto permanente no Canadá. Isso com certeza seria um SONHO! O ponto é que precisamos nos decidir, pois esses são dois caminhos completamente diferentes. Estou querendo esperar mais alguns draws pra ver se essa tendência de queda se mantém.

Ainda assim eu basicamente já sei qual curso faria e em qual College. Acredito que eu não teria problemas pra ser aceito nesse curso, pois meu histórico está consideravelmente acima do que eles pedem como requisitos. Em ambos os casos (Express Entry ou College) já temos a noção de que, antes do final de 2024, não conseguiríamos ir. Isso deixou a Alta bastante chateada (estávamos contando que iríamos no final do ano que vem), pois assim como eu ela também não aguenta mais viver nessa pocilga aqui. Vamos seguir firmes no plano, e espero conseguir decidir logo qual é o melhor caminho.

Sobre as viagens que citei lá em cima, reservamos uma para o reveillón no final de ano, e a outra é para as férias do ano que vem. Para essa segunda eu já estou ansioso: viajaremos para fora e eu ficarei lá por 2 meses. A Alta tinha apenas 20 dias de férias, então esses 20 dias ficaremos juntos e, então, ela volta para o Brasil e eu fico mais 1 mês e pouco. Já alinhei com minha chefe que trabalharei em home office durante esse período. Na verdade isso será um pouco complicado, haha, pois vamos viajar para bem longe, ou seja, a diferença de fuso horário é bem grande com o Brasil. Mas tudo bem, será muito bom para eu espairecer um pouco minha cabeça, e eu também pretendo fazer uma busca de trabalho lá onde estarei.

Fiquem bem, visitantes Tardios, e até apróxima.


quarta-feira, 31 de agosto de 2022

Fechamento AGOSTO/22: R$306.442 ou +5,40% ou +R$22.065 (histórico: +9,61%)

Colegas Tardios, lá vamos nós para mais um excepcionalmente pontual fechamento.


FINANCEIRO


Esse foi o melhor mês do ano para a carteira, e um dos melhores de "todos os tempos" pra mim. A carteira subiu mais de 5% (enquanto o IBOV subiu 6%), tendo aumentado nominalmente mais de 22K (incluindo os aportes e rendimentos). Pro meu patrimônio isso é bastante coisa. Inclusive, vejam só, ultrapassei a marca dos 300K!. Não que isso queria dizer lá muita coisa, mas é bom ver que mesmo com uma renda pífia eu tenho conseguido avançar meu patrimônio.



A carteira lá fora, porém, teve mais um mau desempenho novamente, tendo caído mais de 5% em reais. Sinto muito por não estar mandando dinheiro pra lá e aportando..mas não deverá ser por muito tempo.

O aporte do mês foi de R$6.425,50, integralmente na renda fixa. Provavelmente precisarei de mais dinheiro do que eu estava imaginando para o plano Canadá.


Esse foi, mais uma vez, um mês em que gastei mais dinheiro do que eu gostaria de ter gastado. É inacreditável como as coisas estão caras nesse país, se é loko. Sair pra comer, fazer um passeiozinho qualquer você gasta em unidades de 100 reais (o 100 parece ser o novo 20tão). Ainda assim não tenho deixado de fazer algumas coisas porquê ninguém merece também, né. Segue como estão os ativos na carteira:


Aliás, eu arrumei esse gráfico. O cálculo de rentabilidade não estava correto, por isso a PETR4 estava com aquele valor astronômico (e eu viajando achando que ela seria uma tenbagger na carteira, hahaha).

Os dividendos esse mês foram de R$2.204, segundo maior valor do ano. Novamente eles foram integralmente alocados na RF.



Será que eu bato a incrível marca de 20K de dividentos esse ano? Haha, seria muito interessante, mas acho difícil. A evolução em dividendos é bastante nítida, lembro que meus dividendos davam, em média, pra pagar a conta de água.

TRABALHO


No trabalho as coisas "estão indo". Minha cabeça já está condicionada a encarar esse trabalho apenas como algo passageiro, então as coisas naturalmente já não têm me atingido como antes. Por exemplo, essa semana fiquei sabendo que vou assumir "um novo desafio" (será mesmo que esses filhos da puta acham que a gente é idiota? NOVO DESAFIO É A MINHA BENGA), e esse novo desafio consiste basicamente em assumir a cadeira do cara que foi mandado embora recentemente (2 degraus de senioridade acima de mim, mais do dobro do salário), porém GANHANDO A MESMA MERDA E NO MESMO CARGO. Não vou mentir, eu fiquei puto sim na hora. Mas agora já tô bem de boa, sou só sorrisos. Vou aproveitar pra desenvolver habilidades (skill é o caralho, é habilidade essa porra) que serão bastante valiosas pra mim lá no Canadá.

Fora esse causo as coisas estão ok. Sigo fazendo um bom trabalho, aprendendo várias coisas novas, tudo pensando no que será meu portfólio pra usar quando eu estiver em busca de colocação lá no Canadá.

SAÚDE


Aqui as coisas seguem ok também. Alimentação não está ruim (eu e a Alta temos tomado cuidado quando saímos pra comer, pra não "metermos o louco"), apenas os exercícios físicos é que são inexistentes. Aliás, eu comecei a fazer fisioterapia/RPG por conta dessa minha cervical/coluna de um velho de 90 anos. A impressão que me dá é que isso não serve pra porra nenhuma, mas tudo bem, vou insistir. Estou fazendo 2x por semana (acho que já tem um mês), vamos ver se sentirei de fato alguma melhora.

PESSOAL


Plano Canadá. O famigerado.

Bom, ao que tudo indica temos apenas uma alternativa realmente viável pro plano: ir através do study permit. Pra conseguir ir pelo perfil no express entry (pelo programa Federal Skilled Worker) teríamos que ter uma pontuação muito alta, o que é muito, muito difícil de conseguir se você já não está no Canadá/possui experiência no Canadá. Ainda que meu inglês e o da Alta estejam excelentes (tudo acima de 8 no IELTS), ainda que tenhamos uma job offer de um empregador Canadense, seria difícil de atingir a pontuação que temos visto nos últimos draws. Sendo assim, comecei a focar mais as pesquisas sobre os cursos lá pra ir como estudante. Os cursos/faculdades que tenho visto são bem caros (ainda mais convertendo do peso brasileiro para dólar), então por isso que preciso do maior patrimônio possível até o meio/final do ano que vem. Além de ter que comprovar os fundos pra custear o primeiro ano do curso, tenho também que ter fundos pra custear as despesas gerais no Canadá, os custos do próprio processo, enfim..estamos falando aí de mais do que todo o meu patrimônio atual. Achei que não precisaria vender as ações/FIIs, mas tô achando que não vai ter como.

A Alta não deve ter muita dificuldade de conseguir um trabalho na área dela lá (ainda que, muito provavelmente, algo entry level), e visto que ela estará com o open work permit, e eu podendo trabalhar 20h semanais, acho que não teremos que queimar muito do nosso patrimônio atual, fora os custos do curso, processo e etc. 

Fora do plano Canadá, a vida pessoal segue bem. O relacionamento com a Alta é um relacionamento leve, agradável, a gente dificilmente tem algum atrito. Eu não sei se eu cheguei a comentar aqui no blog (acho que comentei) de uma mina que eu conheci no Tinder, que era da puta que o pariu do Norte do país, e que veio até a cidade onde eu moro pra gente se conhecer. Isso aí tem anos (é de antes do blog e antes da minha ex namorada dadeira). Pois é, essa mina veio me mandar mensagem! É uma baita de uma gostosa, hahaha, mas é completamete maluca. Com a tranquilidade que tenho no meu relacionamento com a Alta eu não tenho disposição nenhuma pra ficar de papinho com outras minas, encaro isso como um ótimo sinal.

Enfim, é isso pra hoje, Tardios. Vamos entrar em setembro, ano indo pra reta final já, o tempo realmente voa. Um abraço à todos!

domingo, 31 de julho de 2022

Fechamento JULHO/22: R$284.377 ou +3,39% ou +R$19.267 (histórico: +4,09%)

 Queridos leitores Tardios,  mais um fechamento chegando aqui.


FINANCEIRO


Mais um mês de uma enorme gangorra na bolsa, tanto aqui quanto lá fora. A enraba que tomei no mês passado foi amenizada nesse, e assim seguimos com o patrimônio crescendo graças a aporte e sendo derretido pela inflação. O crescimento foi de 3,39% (sem contar aportes, como sempre).


O aporte desse mês foi bem forte pros meus padrões, de R$10.130,60, integralmente alocados no CDB. Confesso que tem me dado uma dorzinha não estar aportando na RV, pois acredito que o momento está propício, mas o Plano Canadá pede esse sacrifício.


Ainda que o aporte tenha sido bom esse foi um mês que gastei um pouco acima do que eu gostaria. Tenho saído com bastante frequência com a Alta (todo FDS), e me impressiono como QUALQUER rolêzinho aqui você gasta uma grana pra fazer. Com certeza isso está atrelado ao derretimento do nosso poder de compra nesses últimos anos. A carteira segue da seguinte forma:


Aliás, esse gráfico acima acabou ficando completamente destorcido por conta do outlier que se tornou a PETR4. Com a valorização absurda que ela teve em comparação com o preço que eu paguei + os dividendos ridículos que ela tem pagado, essa porra logo mais se torna um tenbagger na minha carteira. Uma pena eu não ter comprado mais lá no auge da crise, rs (apesar de eu saber que isso é apenas uma questão da conjuntura altual). Ainda assim quando eu pego todos os dividendos que recebi + valorizações de ações/cotas de FIIs, continuo no vermelho. Se botar a inflação na conta aí pensamentos suicidas vêm a mente.

Quanto aos dividendos, esse mês eles somaram R$1.624,27. Parece que os dividendos acima de um salário mínimo vieram pra ficar na minha carteira, o que é bastante interessante. Inclusive, bati a marca de R$10K de dividendos esse ano já.



TRABALHO


Aqui as coisas seguem +- na mesma. Continuo aproveitando pra me aprofundar nos temas com os quais estou trabalhando atualmente e pretendo trabalhar no Canadá também, então isso pra mim tem sido ótimo. Eu alterei o meu perfil no LinkedIN, deixei ele mais "voltado" pra essa área, e por incrível que pareça nessa semana que passou fui contatado por 2 empresas. Uma delas, inclusive, é uma empresa sediada no Japão (a vaga é lá também). Tenho um papo marcado para essa semana agora com uma mulher do RH dessa empresa. A outra é uma multinacional, porém pelo que vi no job description a vaga está bem acima das minha skills atuais. Mesmo assim vou responder a pessoa que me contatou dizendo que tenho interesse, pois acho que é uma boa experiência eu fazer entrevistas, estou bem enferrujado nisso.

SAÚDE


Esse FDS eu fiz meus exames para passar na consulta semana que vem com a endócrino, mas os resultados já saíram e eu já olhei. Parece que está tudo ótimo, fiquei bem feliz com isso. Semana que vem eu também vou começar a fazer fisioterapia/RPG por conta da minha péssima postura ao trabalhar, o que fez com que eu desenvolvesse alguns probleminhas na minha lombar/cervical. Pelo que vi nos exames minha alimentação deve estar bem OK, apesar de que senti que esse mês eu dei uma avacalhada aos FDSs (como falei ali em cima saí direto com a Alta, e quando saímos acabamos não comendo tão bem quanto deveríamos). Hoje mesmo falamos sobre isso e decidimos prestar mais atenção na nossa alimentação, mesmo aos FDSs.

PESSOAL


O Plano Canadá segue sendo traçado. Temos estudado inglês quase que diariamente, e já temos o contato de um bom professor de inglês, especialista em IELTS, com o qual devemos começar a fazer aulas em breve. Pretendo começar já essa semana buscar informações sobre vagas de emprego e etc de maneira mais direcionada, pra avaliarmos as nossas chances via Federal Skilled Worker. Realmente queríamos conseguir ir por essa modalidade mas eu não estou muito esperançoso..a pontuação necessária no Express Entry (o sistema que classifica as pessoas para as chamadas do governo canadense nesse programa) estão absurdamente altas, ou seja, meio que só quem já está lá no Canadá é que tem conseguido atingir aquela pontuação. Se percebemos que faz sentido descartar esse caminho já vamos nos focar em ir via study permit mesmo, e aí a questão é decidir qual curso fazer e em qual faculdade. Fiz algumas pesquisas sobre as faculdades e cursos que existem na cidade para a qual estamos querendo ir, porém ainda existem algumas dúvidas, por exemplo, a faculdade diz que o curso tem duracão ideal de 8 meses e máxima de 2 anos, então qual é a duração do visto de estudos? 8 meses ou 2 anos? Não conseguimos ainda a resposta para essa questão (entrei em contato com a universidade mas a resposta deles não me passou confiança).

Bom, dá pra perceber que a vida pessoal está muito centrada nesse plano, né, hahaha! Sigo acreditando que apesar de todos os perrengues que sem dúvida teremos que enfrentar, essa será uma daquelas decisões que você olha pra trás e fala "caralho, que bom que fizemos essa porra".

É isso então, audiência Tardia. Abraços e se alimente bem !


quinta-feira, 30 de junho de 2022

Fechamento JUNHO/22: R$265.110 ou -3,62% ou -R$7.566 (histórico: +0,70%)

Audiência Tardia, e lá se foi metade desse ano. Cá estou eu pra fazer mais esse fechamento.

FINANCEIRO


Nem tenho muito o que chover no molhado aqui. O brasileiro, que já é um povo fodido e mal pago, está começando a pagar MUITO caro por toda a desgraça que esse governo tem conseguido causar (além, é claro, da conjuntura que estamos vivendo e está fora do controle nacional). Eu não sei vocês, mas eu consigo perceber nitidamente o quanto eu empobreci em pouco mais de 2 anos pra cá. Nosso poder de compra está DESTRUÍDO, e acredito que tem coisa muito pior ainda por vir.

O desempenho da carteira esse mês foi o pior em praticamente dois anos.


O que me deixou bem "menos pior" do que a monstruosa queda de 11,5% do IBOV foi a grande alta do dólar, que fez com que nem as quedas lá fora fossem suficientes pra diminuir o patrimônio das ações no exterior (em real).



O aporte esse mês foi mais baixo, de R$2.153,97. Tive alguns gastos extras (dia dos namorados, alguns rolês a mais e compra de eletrônico, que eu curto). Conforme havia dito (e falarei mais sobre o assunto nas próximas sessões), estou destinando tudo à RF por conta do Plano Canadá. Por ora não aportarei mais nada em renda variável.


Os proventos do mês somaram R$1.546,03, novamente acima de um salário mínimo. Foram, também, integralmente alocados na RF (e não estão contabilizados no aporte).



TRABALHO


Aqui as coisas continuam OK. Estou me saindo muito bem na nova função, fiz uma ótima entrega recentemente que acredito que poderá compor o portfólio que pretendo montar para utilizar como exemplo de experiência. Estou fazendo um curso sobre um tema importante dessa área, tenho estudado todos os dias (de segunda a sexta) entre 1 e 2 horas por dia. Também estou fazendo um curso sobre o IELTS, então tenho dividido os estudos entre esses dois cursos, diariamente.

O ânimo com o trabalho definitivamente está muito melhor. De qualquer forma, fui indicado por um colega para uma vaga em uma empresa americana que atua aqui no Brasil. É uma puta empresa, mas parece que é extremamente difícil de conseguir entrar. De qualquer forma estou dando uma ajeitada no meu currículo e perfil do LinkedIN pra eu preencher meu perfil na plataforma deles e fazer os testes para o processo seletivo. Não acredito que eu tenha muitas chances de passar, mas servirá como experiência para um processo todo em inglês e etc. Se eu chegar nas entrevistas será muito interessante.

SAÚDE


Na questão da saúde está tudo OK também (na medida do possível né). Estou fazendo um check-up geral (fiz ressonância magnética da cervical e coluna, passei no neuro, marquei dermatologista, gastro e etc). Pretendo passar a fazer um check-up geral desse tipo pelo menos uma vez por ano, porquê vai saber, né. Minha alimentação está OK também. Tenho pedido muita comida pelo iFood, mas sempre tento escolher as coisas mais decentes possíveis (nada de hambúrguer, pizza e essas merdas). Como estou estudando diariamente não tem dado ânimo/tempo pra ficar fazendo comida.

PESSOAL


Borá lá. O Plano Canadá está a todo vapor, meus caros. Nós basicamente estamos estudando dois caminhos para seguir: ir através do programa Federal Skilled Worker ou pelo Study Permit.

Resumindo de maneira bem simples, pelo primeiro programa iríamos pra lá já com emprego (pelo menos um dos dois), e com visto de residência permanente. No Canadá as profissões são divididas no que eles chamam de NOC (National Occupational Classification), e os níveis de habilidades dessas ocupações vão de 0 (cargos de gerência) até D (trabalhos operacionais que não exigem qualificacão). Já checamos que a área na qual eu e a Alta atuamos está em um NOC que é buscado pelo Canadá, então isso já é um bônus para nós. Ela particularmente já tem uma boa experiênca na área dela (mais do que eu), e ainda considerando que estou migrando de carreira acredito que ela tem mais chances de conseguir uma job offer de uma empresa canadense. De qualquer forma sabemos que esse caminho é o mais difícil, mas ainda assim é um dos que estamos nos preparando para tentar.

O outro caminho é mais simples, pelo menos pra ir pro Canadá. Nesse caso eu iria como estudante (já pesquisei um College e o curso que eu iria fazer) e ela teria a permissão de trabalhar sem limite de horas. Eu poderia trabalhar apenas 20 horas semanais. Para essa alternativa eu gastaria uma boa grana: os Colleges são caros, ainda mais considerando que estou gastando em dólar o que ganhei em real. O plano, aqui, é que eu me prepare ao máximo durante esse pouco mais de 1 ano e meio que estipulamos até irmos, estudando tudo o que eu puder nessa área e fazendo algum bom curso (o que estou fazendo atualmente é um curso introdutório). Já pesquisei que esse College que pretendo fazer não é fácil, então tenho que chegar lá ja tendo antecipado tudo o que eu puder quanto ao conteúdo que terei nesse curso. 

Já solicitamos os documentos que precisamos pra fazer a equivalência de nossos diplomas com as formações canadenses, e também já estamos correndo atrás da união estável, que precisamos ter pra podermos ir como um casal.

Quero fazer um posto mais detalhado sobre esse tema, pois existem muitos detalhes. Mas no geral estamos bastante empolgados com as possibilidades. Ainda mais quando olho o buraco pra onde esse esboço de país aqui está caminhando, eu realmente não quero estar aqui pra participar dessa porra.

É isso então! Um abraço à todos.





terça-feira, 31 de maio de 2022

Fechamento MAIO/22 e planejamento de mudança de vida: R$272.676 ou -0,01% ou +R$6.256 (histórico: +4,52%)

 Falaí, pessoal! Bóra lá pro quinto fechamento do ano. Porra, estamos indo pro meio desse ano já.


FINANCEIRO


Mês absurdamente volátil esse, hein. Achei que ia fechar bem mais no vermelho do que fechei, mas nesses últimos dias as bolsas acabaram dando um recuperada. A carteira fechou basicamente estável, e o aumento de patrimônio foi quase que exclusivamente devido ao aporte, que foi de R$5.569,28.





A carteira esse mês ganhou um novo ativo: RADL3. Essa é uma empresa que eu já acompanhava há um tempo, decidi investir pois acredito que é uma empresa bem sólida (é minha única empresa de "varejo"). O aporte foi dividido em uma parte nesse ativo e o resto foi pra reserva de emergência em renda fixa, e eu vou explicar o porquê mais adiante. A carteira está assim:


Esse mês bati meu recorde de dividendos: foram R$2.271,14, quase dois salários mínimos ! Inclusive, os dividendos desse ano já bateram os do ano passado (levando-se em conta que eu computava os dividendos de maneira diferente, como falei em algum post por aí). Segue a evolução dos dividendos:



Essa evolução de dividendos é bastante gratificante. Vamos para as próximas sessões porquê tenho grandes novidades pra discorrer sobre.

TRABALHO


No trabalho as coisas continuam +- na mesma, porém começa aqui a novidade que tenho pra contar. Como eu havia mencionado (acho que havia), eu mudei de função no trabalho. Entraram várias pessoas novas (inclusive, 3 pra fazer o trabalho que eu estava fazendo SOZINHO, e em cargos maiores do que o meu) e eu fui alocado em outros projetos. Pois bem, eu quero/estou aproveitando essa minha nova função para eu aprender sobre um campo novo, pois estou planejando mudar de carreira. Acredito que vai ser uma ótima oportunidade pra eu tanto estudar esse campo quanto colocar em prática o que for possível, o que além de consolidar meu conhecimento servirá também como uma experiênca nessa área. Esse fato por si só já mudou completamente meu ânimo tanto com o trabalho quanto com a vida, hahaha! Estou realmente animado/motivado com as possibilidades que podem se abrir. Vamos logo avançar a sessão pra eu falar essa bagaça direito.

SAÚDE


Na saúde as coisas continuam caminhando. Tenho alguns médicos pra marcar pra verificar algumas outras coisas sobre minha saúde, mas acredito que esteja tudo bem. Tô ficando velho, né, é muito melhor previnir do que remediar. As atividades físicas continuam 0, apesar de que quando saio de fds com a Alta pra darmos uma andada, andamos facilmente 7, 8km. Alimentação eu acho que dei uma relaxada nsse mês, não tive muito saco pra fazer comida então acabei pedindo pelo iFood, aí já viu né.


PESSOAL


É, galera! vamos lá: já não é novidade pra ninguém desse blog que eu já tô insatisfeito com meu trabalho há algum tempo. E, na verdade, eu não estou insatisfeito apenas com o trabalho, mas com esse grande circo no qual vivemos, chamado Brasil. Viver nesse país aqui não é fácil, tem-se que aguentar tapa na cara diariamente, e temos também que normalizar todo o tipo de bizarrice possível e imaginável. Aqui o diato "é rir pra não chorar" não é apenas um ditado, é algo que faz parte da cultura. A gente ri de tudo porquê não se consegue fazer outra coisa.

A Alta também está com esse sentimento, tanto em relação ao trabalho dela quanto ao país, porém acho que em menor medida do que eu. De qualquer forma, ela começou a fazer algumas pesquisas e me trouxe a seguinte ideia: "e se a gente caísse fora desta caralha de país?" (linguajar adaptado pelo Tardio)

Pra onde? Pro CANADÁ. Essa conversa foi no início do mês e, desde então, temos pesquisado muito sobre esse assunto, os programas que o governo canadense tem para imigração e quais seriam nossas possibilidades. O que ocorre é que eu praticamente já estou dentro da ideia. Acredito que teríamos ótimas chances naquele país, tanto ela na área dela quanto eu nessa "nova" profissão para a qual estou pretendendo migrar. Esse não é um plano pra ser executado em uma semana, obviamente: estamos planejando cerca de 1 ano e meio de preparação (ficar foda no inglês, reunir documentação e, no meu caso, adquirir toda a experiência possível nessa nova profissão). Por esse motivo, por ora, meus aportes em bolsa ficarão no standby. Irei deixar todo o dinheiro novo + dividendos em renda fixa, enquanto a ideia vai sendo amadurecida e vamos avançando nas nossas pesquisas.

Só a ideia desse plano já está me dando uma enorme motivação, inclusive porquê eu não vejo motivo algum pra isso não dar muito certo. Claro, teria uma outra questão que ia vir nesse pacote: eu iria morar junto com a Alta, e passaríamos a "dividir" a vida de fato. Até aí não sinto que vá ser um problema, pois todas as demonstrações que ela poderia dar de uma parceria incrível, ela já deu. Sinto que a gente forma uma ótima dupla, e acho que podemos executar esse plano juntos muito bem.

Caso o plano seja mesmo executado, os aportes obviamente não só serão suspensos, como precisarei utilizar boa parte dos mingados mirréis que tenho. A Alta tem uma boa reserva também, então quanto a isso não me preocupo pois cada um iria bancar as próprias despesas. De qualquer forma estou enxergando isso como um investimento, e que pode ter um retorno que nenhum dos investimentos que faço hoje pode me proporcionar.

É isso então, pessoal! Vamos ver como esse assunto irá caminhar.
Abraços!





domingo, 8 de maio de 2022

Post dos 2 anos de blog TARDIO!

 É, galera, essa parada aqui completou 2 anos de existência no dia 14/04. Dando uma olhada em algumas postagens do período fica bem evidente pra mim como bastante coisa mudou na minha vida nesse período que parece curto. Vou dividir a postagem nos tópicos que sempre descrevo e tentar fazer uma retrospectiva desse período.

FINANCEIRO


Na primeira primeira postagem que fiz eu não sei porquê tive a viadagem de não colocar o valor do meu patrimônio, hahaha! De qualquer forma na segunda, que foi no dia seguinte, lá constava: R$39,4K. De lá pra cá meu patrimônio aumento bastante, mas em grande medida por conta de um não recorrente que tive no final do ano passado e que não deve se repetir. O patrimônio evoluiu da seguinte forma:


O ritmo de crescimento que deverá se reproduzir pelos próximos tempos exclui esse "salto" que tive em outubro/21, ou seja, é um ritmo bem mequetrefe. Esse é mais um dos motivos pelos quais estou tão desmotivado com o trabalho: não sinto que estou conseguindo espaço pra me desenvolver lá dentro e ter isso refletido nos meus rendimentos. A evolução do patrimônio foi basicamente toda por conta de aportes, pois o rendimento da carteira está pífio no período. 

Os meus proventos também observaram uma boa alta. Eu mudei um pouco a forma como eu anoto os proventos: antes eu incluía apenas os recebidos de ações/FIIs, mas agora passei a incluir todo o tipo de rendimento, incluindo o que tem rendido na parcela que tenho em renda fixa e o que recebo das stocks lá fora. Assim, fica um pouco "errado" comparar a evolução dos rendimentos, mas de qualquer forma aí vai:


Comecei a incluir todo tipo de rendimento em outubro/2021. De qualquer forma há uma evolução nítida nos proventos recebidos, e isso dá um certo ânimo. Quanto a carteira em si ela mudou basicamente com a adição de diversos ativos, bem como o início dos aportes nos EUA e em bitcoin. Os únicos ativos dos quais me desfiz foram o XPCM11 e CVCB3.

TRABALHO


Aiai viu..o fucking trabalho. Desde o início desse blog eu já mudei de área 3x nesse trabalho. Mas e crescimento profissional? Praticamente NADA. Minha grande dor ultimamente tem sido essa. Pra mim é nítido que eu deveria estar crescendo num ritmo muito mais acelerado, não se esqueçam que eu sou o Engenheiro TARDIO. Eu não tenho mais 20 e poucos anos, e isso me deixa bastante tenso. O grande problema que tenho encontrado (e já falei disso nas postagens recentes) é que tenho me sentido meio de mãos atadas, as vezes tenho a impressão que não posso fazer muita coisa quanto à essa situação. Sempre que vejo as vagas de trabalho no LinkedIN da vida, por exemplo, não vejo NADA que me pareça realmente interessante. Tudo parece uma grande bosta. E assim eu vou indo, sem motivação pra me focar em algo e ir atrás. É uma situação horrível.

De qualquer forma eu sei que do jeito que está não pode ficar. Ainda não sei pra que "lado" eu vou, mas o alerta já tá disparado na minha cabeça. Alguma coisa vou ter que fazer pra mudar essa situação.

SAÚDE


Na questão de saúde acredito que tive melhoras. Iniciei meu tratamento pro hipertireoidismo, ganhei muitos quilos (e eu PRECISAVA disso), melhorei bastante minha aparência por conta disso, acredito que também melhorei minha alimentação. O que pega é que continuo muito sedentário. Tenho 0 ânimo pra fazer qualquer tipo de atividade física, e acredito que de agora em diante vai ser só ladeira abaixo se eu não me cuidar nesse quesito. Em algum momento eu devo cair na real e começar a fazer alguma coisa..ou não.

PESSOAL


Aqui tenho que mandar mais um AIAI, só que bem grande..no pessoal aconteceu coisa para um grande caráleo nesses dois anos. Quem acompanhou esse blog aqui lá no início sabe. Eu comecei esse blog no meio de um relacionamento embaçado. Estou, inclusive, escrevendo esse post aqui ouvindo a música-tema desse blog pra mim, hahaha, que era a música que eu ficava ouvindo no fone de ouvido enquanto eu escrevia os posts e a minha ex-namorada provavelmente ficava trocando mensagens no grupo de suruba dela e dos amigos (seria cômico se não fosse trágico)! Pra quem estiver curioso, a música é essa (versão estendida):


Nesseds dois anos eu pirei por causa desse relacionamento, comecei a fazer terapia, tomei coragem pra terminar esse namoro, comecei a primeira experiência da minha vida morando sozinho (e cá estou eu), descobri o que é ter uma vida de putaria a la Maluco Beleza, (que tá sumido, inclusive), e enfim conheci a Alta, que é com quem estou namorando atualmente. O quesito pessoal foi sem dúvida o que teve as mudanças mais significativas nesse tempo, cresci muito em diversos aspectos.

Inclusive, uma coisa que percebo muito aqui agora é como aquela mina era bagunceira! (minha ex)
Eu continuo no AP que morávamos juntos. É um AP pequeno, deve ter aí seus 35m2, e ela ainda tinha a porra da cachorra. Esse AP aqui parecia ter a metade do tamanho que ele tem por causa da zona que ela fazia. Hoje comigo morando sozinho ele parece ter o espaço ideal. Eu sou extremamente organizado, então antes em uma sala/cozinha que mal cabia uma mesa, hoje eu tenho a mesa (maior do que a que tinha quando ela estava aqui) e um sofá grande, em que é possível dormirem confortavelmente duas pessoas. Faz toda diferença ser organizado quando se mora em um espaço pequeno.

Então, no final do ano passado vem uma grande bomba na minha vida, que foi a perda familiar que tive. Esse foi o grande episódio do período, um episódio extremamente difícil. Não tenho dúvida que cresci (e estou crescendo) e amadureci muito com esse acontecimento. Muita coisa eu ressignifiquei, e se antes eu basicamente nem pensava no fato de que eu e todos somos finitos, hoje eu penso bastante nisso. Sei que ainda estou longe de realmente conseguir entender a essência disso (se eu estivesse nesse patamar não ficaria reclamando ou tão insatisfeito por conta de trabalho como eu estou, por exemplo), mas o fato de estarmos aqui, vivos, nesse grande acaso da evolução que é termos consciência pra estar aqui discutindo isso, deveria ser algo pra nos fazer perder menos tempo com muitas outras coisas. Eu espero que eu um dia consiga de fato incorporar isso melhor na minha vida, nos meus pensamentos, acho que a vida fica pode ficar bem melhor assim.

E nos próximos 2 anos?

Bem, futurologia não é o meu forte. Ainda assim se nenhuma grande catástrofe acontecer eu acredito que os próximos 2 anos serão "menos movimentados" do que foram esses últimos dois. O que eu espero é que o movimento seja maior no âmbito profissional, que foi o único que eu acredito que não se movimentou tanto nesses 2 anos. No pessoal, espero que as coisas sejam mais calmas. Esse brógui aqui continuará vivo, pelo menos as atualizações mensais eu queri fazer, e se o ânimo contribuir eu posso falar algumas idiotices em outros posts esporádicos.

Valeu, galera!

sexta-feira, 29 de abril de 2022

Fechamento ABRIL/22 e aniversário do blog que passou batido: R$266.420 ou -2,48% ou -R$1.675 (histórico: +4,63%)

Senhores, cá estamos nós em mais um (terrível) fechamento. Tenho ficado bem off da blogosfera, sinto que não estou tendo tempo pra nada, mas ao mesmo tempo não sinto que estou gerando valor para mim com o tempo que eu gasto. Enfim né.

Ah, e esse mês esse BRÓGUI fez 2 anos de vida. Era pra eu ter feito um post especial mas só fui perceber isso esses dias. Parabéns.

FINANCEIRO


Esse mês foi aquela montanha russa clássica. Dólar foi lá pro "chinelo" (pois é, dólar na casa dos R$4,60 hoje é visto com alegria), bolsa bateu os 121K, FIIs subindo, mas no final da história voltamos para nossos velhos conhecidos R$5 por dólar e bolsa com queda de mais de 10% no mês. As ações e REITS lá fora também sofreram e meu resultado é esse aí, quase 2,5% de queda. Mesmo tendo aportado R$5.851,65 o patrimônio encolheu.





Esse mês a carteira não ganho nenhum ativo novo. Os aportes foram divididos entre ações e FIIs da carteira. Pois é, o burrão aqui não aproveitou a queda do dólar, dessa vez. Paciência.
Os rendimentos, como sempre, também foram integralmente reinvestidos (não tendo sido contabilizados no aporte), e esse mês eles somaram R$1.266,72, novamente acima de um salário mínimo. Minha próxima meta com dividendos é atingir R$2K mensais (mas acho que isso ainda deve demorar..).


Pretendo estudar mais algumas ações/stocks/ REITS pra incluir na carteira. Acredito que estou sendo muito conservador, não tenho nenhuma ação que, por exemplo, pode vir a ser uma tenbagger, como diz o ilustre Peter Lynch.

TRABALHO


Meus amigos, minha vontade é até de pular essa "seção". Entrei em um estado ABSOLUTO de desgosto com o meu trabalho. O grande problema é que eu não sei pra onde atirar. Me inscrevi em vagas totalmente aleatórias no LinkedIN (até tenho uns testes lá pra fazer),  cheguei até a pesquisar sobre franquias (vi sobre uma franquia chamada The Coffee, que me pareceu interessante). O fato é que eu PRECISO sair desse trabalho. Mas obviamente não quero sair pra ir pra uma outra merda igual ou pior, por isso preciso me planejar. Como tô bem perdido já pensei de tudo: concurso público, tirar CNPI pra ir trabalhar com investimentos, a própria porra da franquia..é foda quando você sabe que tem que se mexer mas não tem ideia de como. Tenho colegas da minha turma na faculdade que estão ganhando dinheiro de verdade trabalhando em bancos/corretoras (tô falando de 400 pau/ano). Porra, com um rendimento desse minha IF ia vir voando.

SAÚDE


Eu dei uma relaxada com a minha alimentação esse mês (comi porra de hambúrguer 3x já). Amanhã devo ir fazer meus exames pra depois passar em consulta com a endócrino, vamos ver como estão as coisas. O peso está na mesma, os exercícios também estão na mesma (ou seja, inexistentes) e eu não tenho dormido muito bem não. Eu só durmo relativamente bem quando durmo com a alta (ou ela em casa ou eu na casa dela). Essa merda de trabalho é que tá me deixando com a cabeça muito inquieta. Preciso resolver isso.

PESSOAL


No pessoal as coisas estão até que tranquilas. Os momentos com a Alta são praticamente sempre muito bons. Eu já tentei algumas vezes introduzir com ela o assunto sobre IF, mas infelizmente eu não vejo que ela tenha interesse nisso. Acho que seria muito legal se eu tivesse uma parceira nesse quesito também, mas sei que essa "filosofia" é pra poucos. Ela não ganha mal (não ganha uma fortuna mas ganha mais que eu, por ex), não tem filhos, mora sozinha, seria perfeitamente plausível pra ela buscar uma IF.

Voltei a falar com um grande amigo meu também, devemos marcar de fazer algo aí em breve. Acho que já comentei aqui que eu não sou a melhor pessoa pra cultivar amizades, e eu sei que essa é uma habilidade que preciso treinar. São os amigos que geralmente estão lá quando você realmente precisa.

Ia falar sobre o aniversário do blog mas eu vou fazer um post dedicado à isso. Essa bagaça aqui merece.
Cuidem-se aí, pessoal, e até o post de aniversário (atrasado)!


quinta-feira, 31 de março de 2022

Fechamento MARÇO/22: R$268.095,12 ou +2,96% ou +R$11.112,20 (histórico: +7,47%)

 E aí, galera. Cá estamos nós, devagar e sempre, para mais um fechamento.

FINANCEIRO


Esse mês o mercado mostrou pra todos nós o que ele mais sabe fazer: ser imprevisível e mostrar que sempre tem uma histeria exagerada. Minha carteira como um todo subiu bem, apenas as ações aqui no BR subiram mais de 7%. Até os FIIs subiram, algo que eu achei que basicamente era impossível. Os aportes do mês (dinheiro novo) totalizaram o valor de R$3.500,00, tendo sido divididos entre FIIs e ações. Também enviei US$1.000,00 para a corretora nos EUA com dinheiro que ainda está na RF. Segue o gráfico:


A divisão atual da carteira está da seguinte forma:


A carteira ganhou 2 ativos novos esse mês: MCD nos EUA e ALZR11 no Brasil. Sigo bastante receoso com os FIIs aqui, tenho questionado muito o verdadeiro risco X retorno dessa classe para o longo prazo (mas sigo portanto...).


Os proventos no mês totalizaram R$1,263,97, isso já é mais que um salário mínimo! Considerando que, em todo o ano de 2020 eu tive R$760,41 em proventos, essa evolução é aquele tipo de coisa que dá um bom gás. Esses proventos foram divididos em R$738,01 de dividendos de ações + FIIs no Brasil, R$42,68 da carteira nos EUA e R$483,28 de rendimentos da RF. Os proventos estão sendo integralmente reinvestidos e não tenho considerado esse reinvestimento nos aportes.

TRABALHO


No trabalho as coisas seguem como o de sempre. Vou entrar em um projeto nas próximas semanas e devo passar minhas atividades atuais para outras pessoas, para me dedicar integralmente à esse projeto. Não é lá uma atividade que eu goste muito, mas pode ser que me dê uma boa visibilidade. De qualquer forma já decidi que vou buscar outro trabalho. Dei uma pesquisada sobre os concursos públicos e tenho olhado vagas no LinkedIN. Apesar de eu ser totalmente contra o sistema de trabalho no Estado brasileiro, eu tenho total noção de que se eu me dedicar a estudar esses concursos eu tenho enormes chances de passar em algo muito bom. Estou refletindo sobre isso.

SAÚDE


Aqui as coisas também estão caminhando normalmente. Estou com a medicação da tireoide suspendida para verificar se meu problema entra em remissão, e pelo que eu percebi deve ter entrado, pois se não eu com certeza estaria perdendo peso. Na alimentação eu dei uma relaxada nesses tempos, pois estive de férias e também fiz aquela viagem com a Alta. Acabo relaxando um pouco nessas ocasiões, mas acho que não foi nada de mais.

PESSOAL


Fiz a viagem que estava programada com a Alta, e foi realmente ótimo. Eu estava precisando relaxar minha mente, e eu consegui fazer um super detox de absolutamente tudo. Me desliguei completamente do celular do trabalho, do instagram, da guerra, da política. Aproveitei bastante o local, a companhia dela, e até li um livro inteiro e já estou na metade de outro. Inclusive essa já é uma nova meta que tracei para esse ano: ler mais livros. Não coloquei um número, mas gostaria de ler ao menos um por mês. O processo relacionado à minha perda familiar segue caminhando, ainda é algo que afeta muito o dia a dia, e principalmente os momentos mais felizes. Sempre que me pego reclamando eu tento lembrar do quanto somente o fato de estarmos vivos e saudáveis é uma coisa incrível. A gente não presta muito atenção nisso, mas deveríamos. A vida é uma mistura de um gigantesco acaso com uma enorme "sorte". Temos que tentar aproveitar, pois ela realmente é breve.

Um abraço a todos, fiquem bem e vamo que vamo.

terça-feira, 8 de março de 2022

A infinita hipocrisia da sociedade brasileira

Pessoal, nunca fiz uma postagem aqui nesse blog que fosse centrada em assuntos políticos, porém nesse caso aqui estou me vendo na obrigação de fazê-lo.

Todos vocês devem estar sabendo sobre o polêmico caso do Arthur do Val, o “Mamãe Falei“, e um áudio que foi vazado dele falando algumas coisas bastante bizarras sobre as mulheres ucranianas. Pois bem, acredito que é unânime a opinião de que aquelas coisas que ele falou foram medonhas, mas meu ponto aqui não é esse. O ponto é: como essas declarações dele se comparam com os absurdos que presenciamos nesse país o tempo inteiro?

Minha intenção aqui não é relativizar nada. Um erro não justifica o outro, todo mundo que tem um mínimo de senso crítico sabe disso. Mas quem tem esse mínimo de senso crítico também deve ser capaz de observar a seletividade absoluta com a qual as coisas são tratadas no Brasil.

Na ALESP, que é a assembléia legislativa de São Paulo, houve casos como esse, em que um deputado APALPOU UMA COLEGA DENTRO DO PLENÁRIO (você não leu errado, o cara pegou nas teta da deputada). O que aconteceu com ele? Ele foi apenas suspenso. Ele não perdeu o mandato.

E que tal esse caso aqui? O deputado Gil Diniz agrediu o Arthur. O vídeo é nítido: o Arthur está evitando o confronto, porém o cara continua indo atrás dele. O que aconteceu com esse Gil Diniz? NADA.

Esse caso aqui já é um velho conhecido aqui na Banânia: o dinheiro na cueca. O QUE DIABOS ACONTECEU NESSE CASO? PORRA NENHUMA. Essa merda prescreveu e os envolvidos saíram ilesos (e mais ricos).

Qual foi a grande comoção das pessoas, dos paladinos da justiça, dos grandes defensores dos bons costumes, da mídia, dessa merda de sociedade na qual estamos inseridos, nesses casos que citei? Exatamente isso que você pensou, não houve comoção. Isso é um sinal extremamente claro de como vivemos em uma sociedade absolutamente hipócrita, em que é mais importante você pagar de defensor das mulheres em situação de guerra do que você de fato defender o que é certo. A comoção ocorre apenas quando convém. QUERO VER CADA UM DE VOCÊS QUE ESTÁ LENDO ESSA MERDA AQUI TER SUAS CONVERSAS PRIVADAS VAZADAS. Muito provavelmente TODOS seriam cancelados, ninguém é santo nessa porra. Não sei quanto à vocês, mas eu não compartilho desses valores. Essa sociedade hipócrita, canceladora, que inverte os valores de tudo tá me deixando muito cansado.

Vamos muito provavelmente perder um dos melhores parlamentares do país (isso não é opinião, isso é fato. Basta você fazer suas pesquisas sobre os gastos do cara, as propostas, as relatorias e etc e você verá) por conta de uma hipocrisia sem tamanho, enquanto o líder da porra das pesquisas pra presidência do país é um bandido que protagonizou talvez o maior escândalo de corrupção do mundo, enquanto o segundo colocado é um débil mental que sempre viveu as custas da teta estatal e nunca produziu nada.


Enfim, eu só queria fazer esse desabafo mesmo. O desgosto por esse país aqui nunca foi maior pra mim.