sexta-feira, 2 de fevereiro de 2024

FECHAMENTO JAN/24: R$464.163 ou -1,81% ou - R$3.958 (histórico: +18,13%)

Cá estamos nós neste recinto Tardio para mais um fechamento. Nesse primeiro mês do ano a galera costuma zoar falando que ele é muito longo, porém eu acho que passou foi voando (o que na verdade é a percepção que tenho tido do tempo já há bastante tempo).

FINANCEIRO


O mês foi de queda em todas as classes da renda variável. A carteira caiu 1,81%, e o que tenho percebido é que o desempenho da minha carteira lá fora está muito, mas MUITO ruim. Tenho deixado 100% no automático mas sinto que vou precisar rever isso. Grande parte do péssimo resultado se deve aos REITS, de fato, mas tenho também ações (como a Intel) que não estão ajudando. Tenho me perguntado aqui: será que não seria mais negócio meter tudo logo na porra do S&P500 e esquecer?




 


O aporte esse mês foi mais baixo, de R$4.617,73, por conta de gastos extras no final do ano. O aporte foi feito integralmente pra conta da corretora nos EUA. Fiz também a subscrição do XPML, porém foi com dinheiro dos rendimentos, então não considero como aporte.





Tô achando que tenho gastado mais do que eu gostaria..mas tem sido difícil ficar em casa nos finais de semana e, principalmente feriados. Absolutamente qualquer rolezinho de um final de semana com a alta pra algum lugar (praia, interior etc) sai por pelo menos 1,5K pra cada um. Ao mesmo tempo que não quero viver uma vida vegetativa acho que estou gastando de mais pro que eu ganho.

Os rendimentos do mês somaram R$2.552,02, tendo sido o maior valor para o mês de janeiro desde que iniciei minha carteira. Esse ano espero conseguir ver um aumento substancial nos rendimentos.


TRABALHO


No trabalho as coisas estão indo bem. Ainda não recebi feedback algum e nem sei como ficou minha avaliação final, e estou ansioso com isso. Como eu já havia falado acho quase certo que serei avaliado no critério máximo que eles usam, então quero mesmo é saber se receberei uma promoção/aumento de salário interessante. Vou ficar MUITO frustrado se não acontecer nem uma coisa e nem outra, e não pretendo esconder isso.

Fiz a parte teórica de um curso pela empresa e agora tenho 3 meses pra entregar um projeto pra receber uma certificação muito boa no mercado. Fui o único da área que se interessou e correu atrás pra fazer isso. Na realidade tem sido assim com muitas coisas lá: eu sou o único que vai atrás pra aprender o que tem que ser aprendido pra não ficar dependendo de ninguém. Me parece que o resto da galera (pelo menos na área que eu trabalho) é bem acomodada e não tem muito apreço por correr atrás de aprender as coisas.

As metas do ano também ainda não foram definidas, mas já passei um bom overview do que eu penso pro meu chefe. Do ponto de vista dos desafios vai ser um bom ano, pois tem bastante coisa pra ser descoberta e feita por lá.

De qualquer forma tenho me inscrito em várias vagas no LinkedIN, majoritariamente vagas fora do Brasil/que sejam full home office. Até o momento só vi os meus "nãos" chegando, não descolei uma entrevista sequer. Realmente tenho a impressão de que os algoritmos que são usados pra fazer a filtragem dessas candidaturas deve ser MUITO ruim (me inscrevi pra vagas em que eu tinha TODOS os requisitos descritos). Uma coisa é você não passar nas entrevistas, mas SEQUER ser chamado pra um papo inicial me parece muito estranho.

SAÚDE


Desde o início do ano eu introduzi um novo hábito aqui: estou comendo frutas basicamente todos os dias. Acho que esse era o elemento que faltava na minha alimentação, pois como já comentei eu não me almento mal (não como frituras, não bebo refrigerantes, muito raramente como doces..). O que de fato ainda não tá rolando são os exercícios físicos: nisso ainda estou na estaca 0. Também não marquei ainda meus exames e check up de saúde, o que eu preciso fazer (já tem mais de um ano que não faço exames em geral). Mas vai sair.

PESSOAL


Tudo tranquilo no aspecto pessoal da vida. Tenho ficado todos os finais de semana e ferias com a alta, como de costume, e tudo vai bem.

De vez em quando tem me batido umas crises existenciais, aquele sentimento de que o tempo está realmente passando, estou ficando velho e não sei se estou tomando as melhores escolhas que eu poderia. O que mais me aflige é a questão de estar morando na Banânia. O Plano Canadá agora ficou de vez em stand by, pois a partir de setembro desse ano as leis de imigração vão ser alteradas e vão impactar diretamente o plano que estávamos traçando, deixando-o ainda mais complicado do que ele já era. Eu diria que esse é o dilema da minha vida no momento.

Muito provavelmente se eu ficar aqui pelos próximos 10 ou 15 anos eu consigo me aposentar em dólar (se eu não for morto em um assalto antes), e aí eu poderia escolher onde desfrutar dessa aposentadoria. O problema é que a ideia de continuar aqui por tanto tempo me deixa aterrorizado. Quanta qualidade de vida eu vou estar abrindo mão por tanto tempo? E quando chegar lá na frente, vou olhar pra trás e pensar o que? "Mas que gigantesca merda, porque eu não meti o louco e cai fora desse lugar antes?", talvez seja isso que eu pense. Enfim, preciso conseguir fazer com que esse dilema me afete menos.

In the meantime continuarei buscando quais podem ser as alternativas pra sair daqui.

Um abraço à toda a audiência Tardia que ainda resta.

terça-feira, 2 de janeiro de 2024

FECHAMENTO DEZ/23: R$468.121 ou +3,47% ou + R$21.491 (histórico: +20,55%)

 Feliz ano novo à todos os Tardios que ainda visitam esse blog!

2023 oficialmente acabou. Vamos para o fechamento de dezembro e também o consolidado do ano.

FINANCEIRO


Mês de dezembro novamente foi bom na RV, imagino que pra grande maioria de nós. A carteira consolidada subiu 3,47% no mês e fechou o ano de 2023 com um rendimento acumulado de 14,46%, ante uma inflação acumulada no ano de 4,72%.




Os rendimentos no ano por categoria foram os seguintes:
  • ações: 21,91%
  • FII´s: 9,84%
  • stocks: 5,72% (em reais)
  • bitcoin: 152,55%
  • renda fixa: 11,81%
O que percebo aí é que meu rendimento tanto em stocks quanto em FIIs foi bastante medíocre. Será que tô fazendo alguma coisa errada nessas classes aí? Ah, quando falo stocks eu estou falando de todos os ativos lá fora; não estou separando por REITS, ETFs e etc. Talvez eu devesse fazer isso, pois tenho certeza que o desempenho dos REITs, que pra mim foi horroroso, influenciou bastante nesse resultado final.

O aporte do mês foi de R$5.792,90, divididos entre a subscrição do MXRF11 e uma remessa pra conta nos EUA. A remessa, apesar de ter sido feita na quinta-feira, dia 30/12, só foi de fato enviada pra corretora hoje, o que achei uma grande palhaçada. Estou dando uma estudada na stock OC (Owens Corning), que é uma empresa que fabrica materiais de isolamento, coberturas e fibra de vidro. É uma empresa extremamente chata e esse é um dos motivos de eu estar interessado nela. Tô planejando aportar nela com o dinheiro da remessa que fiz.

O valor total aportado no ano foi de R$104.278,07, contra R$50.306 no ano passado, o que representa mais de 100% de aumento. Obviamente esse ano não verá um aumento tão expressivo nos valores de aporte, mas espero que consiga algum aumento pelo menos. Segue a evolulção do patrimônio:





Os rendimentos do mês bateram o recorde desde que iniciei minha carteira, com o valor de R$3.251,52. O valor no ano foi de R$28.906,19, um aumento de 41% em relação ao total do ano passado. Não bati a meta de 30K de rendimentos no ano porém cheguei bem perto.


Bom, resumindo 2023 do ponto de vista financeiro, acredito que foi um bom ano pra mim. Tive aumento expressivo na capacidade de aporte e também nos rendimentos. Talvez eu tenha que estudar um pouco mais a composição da carteira em si, pois não considero que meu resultado foi muito satisfatório. A verdade é que a carteira esteve o ano inteiro 100% no automático, estudei muito pouco sobre novos ativos e nem mesmo acompanhei direito os que eu tenho.

TRABALHO


No trabalho o mês foi o que é de se esperar de qualquer dezembro: bem parado. Finalizei minha etapa da avaliação do ano, e ao longo desse mês de janeiro a etapa do meu chefe deve ser finalizada e teremos a nossa conversa de feedback. Uma coisa eu já decidi: se eu não for promovido e nem tiver um aumento decente de salário, irei buscar outra coisa. Com a experiência que eu tive no meu trabalho anterior eu aprendi que não dá pra ficar esperando as coisas: ou elas de fato acontecem ou é você que tem que ir atrás em outro lugar. Eu muito provavelmente serei avaliado com a classificação máxima de desempenho, então se isso não resultar em algum benefício tangível pra mim (um "Excelente trabalho! Continue assim!" acompanhado de uma caixa de chocolate não é suficidente) eu irei voltar a buscar ativamente algo em outro lugar.

No mais as expectativas pra esse ano de 2023 lá são bem grandes: ainda há muita coisa a fazer e a área em si está ganhando bastante destaque. Espero mesmo que eu não tenha que buscar algo em outro lugar, pelo menos agora.

SAÚDE


No campo da saúde eu acredito que o ano de 2023 pode ser resumido em uma palavra: negligência. Eu realmente não fiz muita coisa pra melhorar minha saúde, além de não comer mal, o que é algo que eu sempre fiz por natureza. Ainda assim há ressalvas: eu praticamente não como frutas. Não vou fazer nenhum tipo de promessa ou meta, mas vou tentar buscafr alguma motivação pra melhorar o aspecto da saúde esse ano.

PESSOAL


Não sei se já comentei aqui, mas essa época de natal/ano novo sempre me deixa meio mal. Não sei explicar bem porque mas faz bastante tempo que são épocas em que eu fico meio abatido e triste. Por incrível que pareça esse ano foi diferente: tanto o natal quanto a virada foram muito bons. Na virada fiz uma viagem com a Alta, fomos pra um lugar muito lindo e aproveitamos de mais. Não fiquei triste nem nada, então considero que foi muito positivo.

Considerando o ano como um todo acho que o saldo também é positivo. Esto muito bem com a Alta, continuamos nos dando muito bem e nossos planos convergem bastante.

Sobre o Plano Canadá, a real é que ele está basicamente em stand-by. Não é algo que desistimos ou deixamos pra lá, porém nesse ano aconteceu muita coisa e por isso precisamos ter tudo muito estruturado pra avançar com esse plano, se ele realmente for certo pra nós. Temos pesquisado outras alternativas também, pois a insatisfação de estar na Banânia não deixou (e provavelmente nem vai deixar) de existir.

É isso pra esse fechamento e resumo muito resumido do ano de 2023. Vamos ver o que virá nesse ano de 2024. Um abraço à todos!

quinta-feira, 30 de novembro de 2023

FECHAMENTO NOV/23: R$446.630 ou +4,34% ou + R$22.893 (histórico: +16,76%)

Caros Tardios, mês cheio de feriado passada voando, não? Vamos lá pro penúltimo fechamento do ano. Um fechamento imagino que "feliz" pra maioria esmagadora dos sobreviventes da blogosfera de finanças.


FINANCEIRO


O últomo fechamento dessa carteira acima de 4% no consolidado foi em agosto do ano passado. Ainda assim meu resultado foi infinitamente abaixo do IBOV, por exemplo, que subiu mais de 12%. Eu sempre tenho a impressão de que, quando tudo cai, minha carteira cai mais, e quando tudo sobre, minha carteira sobe menos. Essa subida propiciou um aumento nominal que eu não via há tempos, tendo o patrimônio batidpo na trave dos R$450K. Quem sabe não ocorre um milagre em dezembro: a bolsa vai pros 135K, S&P pros 5K e eu chego no meio milhão? Hahaha.





O aporte do mês foi de R4.312,79. Menor do que eu vinha mantendo, pois esse mês acabei gastando uma grana extra aí comprando algumas coisas que eu gosto. Dinheiro é pra gastar também, né. Acabei fazendo esse aporte lá fora. Fiz a remessa mas acabei não comprando nada. Preciso dar uma pesquisada em novas stocks pra adicionar na carteira, e também dar uma olhada em como estão indo algumas das que eu tenho. Tô completamente desligado do que tem ocorrido nos mercados, minha carteira tá 100% no automático nesses últimos tempos.






Os rendimentos no mês totalizaram R$2.303,51, abaixo do que vinha recebendo. Novembro historicamente é um mês em que os meus proventos não são altos. O total do ano está em R$25.654, então acho improvável bater a meta de atingir os R$30K esse ano.


TRABALHO



Esse foi um mês com algumas emoções no trabalho. Vejam só: houve uma "reestruturação" na empresa e uma boa galera foi mandada embora, globalmente. Eu fiquei bastante apreensivo quando isso foi anunciado que ia acontecer, mas fui informado de que poderia ficar tranquilo pois parece que eu sou a pessoa mais bem avaliada em toda a área. Ainda assim isso me fez disparar candidaturas pra uma cacetada de vagas/empresas, tanto no BR quanto fora. Agora uma coisa que queria comentar aqui, a partir de coisas que eu testemunhei: existem MESMO pessoas que acham que uma empresa é amiga dela, "família" dela, né? A galera não entende que você está em uma empresa APENAS por conta de um contrato. Quando esse contrato, sejá lá pelo diabo de razão que for, não fizer mais sentido pra empresa, ela vai ENCERRAR ele, e ponto. Simples assim. A galera simplesmente não entende isso. Ficam emocionados, caem naquele papinho horroroso de "empresa amiga", "empresa solidária", "empresa socialmente responsável", "empresa VAI TOMAR NO MEIO DO SEU CÚ" e etc e, quando são sumariamente degolados, ficam desolados, tentando entender o que aconteceu. Meu amigo, você achou que estava namorando e a mina só estava interessada no que ela podia tirar de proveito de você, é isso que aconteceu. Uma vez que ou você não tinha mais o que oferecer ou o que você tinha não era mais suficiente, você tomou o famigerado pé no tóba.

Bom, tirando esse pequeno causo, as coisas por lá estão ok. Sigo sentindo que estou além das expectativas lá, devo finalizar esse ano com entregas robustas e quero é saber se vai rolar um aumento/promoção. Vou tentar puxar esse papo com meu gestor. Mas claro, sempre sem me emocionar.

SAÚDE


Colando novamente o que escrevi no último mês pra ver se eu crio vergonha na cara nesse tema:

Vou colar exatamente a mesma coisa que escrevi mês passado: Nas questões de saúde tenho 0 novidades. Continuo sedentário, até agora não voltei a fazer as consultas com um novo endócrino e a alimentação segue o mesmo padrão (muito pouca gordura, doces e porcarias em geral).

PESSOAL


Aqui as coisas foram mais tranquilas do que mês passado. As questões da Alta estão mais calmas agora, estou bem aliviado por ela. Apesar dos feriados do mês acabamos não viajando nem nada, mas ainda assim eu gastei uma grana e tanto, com eletrônico (que é uma das poucas coisas que eu gasto mesmo) e com restaurantes. Inclusive final do ano está aí e não faço ideia do que iremos fazer..não estávamos nem pensando nisso por conta do Plano Canada, né, porém esse plano deu uma boa esfriada, pra ser bem sincero. Claro, ele continua sendo algo que estamos considerando, porém estamos pensando em uma correção de rota: não iríamos mais no esquema anterior (college pra mim e Open Work Permit pra ela), mas sim focaríamos no Express Entry, que é um metódo pelo qual já sairíamos do Brasil com residência permanente. Como todo mundo aqui sabe que não existe almoço grátis, esse método é mais difícil. Ainda assim estamos estudando e se decidirmos que esse é o caminho que vamos apostar, vamos nos preparar da melhor maneira possível. O problema dessa método é que pode demorar mais tempo do que eu goistaria (2, 3 anos por exemplo). Isso me deixa um pouco apreensivo, pois quanto mais o tempo passa mais as coisas ficam difíceis pra planos desse tipo.

Final de ano nunca foi uma data que eu gostei muito. Acho que desde minha adolescência eu me sinto um pouco triste nessas épocas, não sei muito bem o porquê. Não acho que esse ano vá ser muito diferente, por isso vou ver se programo algo legal pra fazer pra tentar evitar que esses sentimentos tomem conta de mim.

No mais, esse aqui deve ser a última postagem desse ano. Vou ver se consigo fazer uma logo no início de janeiro com o fechamento do ano. Não sei se vou colocar muitas metas aqui, acho que a única meta que realmente me importa é aplicar um plano pra sair da Banânia..mas claro, caso isso vá acabar levando mais tempo do que eu gostaria eu vou me focar no trabalho pra conseguir ganhar mais.

Se essa postagem só sair ano que vem, já deixo aqui meus votos de um feliz ano novo pra todos os Tardios dessa blogosfera. Um abraço !

domingo, 5 de novembro de 2023

FECHAMENTO OUT/23: R$423.736,51 ou -1,67% ou - R$23 (histórico: +12,04%)

 Leitores Tardios, vamos lá pro antepenúltimo fechamento do ano.

FINANCEIRO


Seguimos devolvendo firmemente todos os ganhos que ocorreram entre março e julho. Esse foi mais um mês em que não estive tão ligado no mercado. Não sei bem como foi a performance do IBOV ou mesmo do S&P, mas sei que pra mim foi mais um mês em que apenas os aportes é que impediram uma queda de valor nominal mais expressiva da carteira.





O aporte do mês foi de R$7.168,82, como sempre integralmente na RF. Só irei mudar essa estratégia se o Plano Canadá for de fato abortado, o que não ocorreu. A evolução do patrimônio se mantém estagnada, e não tenho grandes esperanças de que isso vá mudar aí no curto prazo.






Os rendimentos totais do mês somaram R$2.792,33, tendo sido o segundo maior valor do ano (perdendo apenas para agosto). Acredito que os rendimentos no ano podem chegar perto dos R$30K, o que seria muito interessante.


TRABALHO


No trabalho as coisas seguem normais. Estamos caminhando pro ano acabar e ainda tenho algumas coisas ali que estão um pouco enroscadas, mas acredito que no geral irei entregar um bom ano. Ainda não sei bem como funciona o sistema de avaliação dessa empresa mas imagino que eu serei bem avaliado. Acho improvável que role algum tipo de promoção, pois esse é só meu primeiro ano, mas ao menos um aumento de salário eu irei pleitear.

Continuo me inscrevendo em algumas vagas que vejo pra fora do Brasil, mas não cheguei a fazer nenhuma entrevista. Muitas dessas vagas perguntam se "você tem permissão para trabalhar no país?", e o que imagino é que as candidaturas que respondem que não devam ser sumariamente ignoradas. Me pergunto porque já não colocam isso como critério de exclusão pra se prosseguir com a candidatura.

Comecei também a fazer um curso de especialização na minha área de atuação. Não é um curso muito longo mas acredito que me dará conhecimentos que serão muito valiosos nessa minha impreitada de dar o fora da Banânia.

SAÚDE


Colando novamente o que escrevi no último mês pra ver se eu crio vergonha na cara nesse tema:

Vou colar exatamente a mesma coisa que escrevi mês passado: Nas questões de saúde tenho 0 novidades. Continuo sedentário, até agora não voltei a fazer as consultas com um novo endócrino e a alimentação segue o mesmo padrão (muito pouca gordura, doces e porcarias em geral).

PESSOAL


Esse foi um mês bem complicado. A Alta está passando por uma questão familiar difícil. Tenho procurado ser tão parceiro com ela quanto ela foi comigo quando passei por algo semelhante há uns tempos atrás.

Observar como ela tem lidado com essa situação toda tem me feito admirar ela ainda mais do que eu já admirava: essa mina é FODA. Na realidade eu fico até um pouco preocupado porque ela tem um coração grande de mais, então acho que ela pode acabar sendo um alvo mais fácil pra pessoas que querem se aproveitar dessa característica dela.

Fora a bad vibes por conta desses acontecimentos as coisas estão normais. Estamos investigando nossas possibilidades pro Plano Canadá por uma rota que não tínhamos considerado tanto anteriormente, mas que talvez seja um caminho. Esse mês tivemos um indício de que isso poderia dar certo, então isso nos deu uma animada.

É isso pra esse fechamento, a inspiração está meio baixa por aqui. Abraço à todos !



quinta-feira, 12 de outubro de 2023

FECHAMENTO SET/23: R$423.760 ou -0,57% ou + R$4.959 (histórico: +14,21%)

 Dessa vez o Tardio deixou a pontualidade de lado, mas cá estamos pra mais um fechamento.

FINANCEIRO


Mais um mês de queda. Nem sei quanto que caiu o IBOV, fiquei bem desligado do mercado esse mês. A única coisa que vi foi que o dólar deu aquela subida básica.


Mais uma vez o valor nominal da carteira não diminuiu graças ao aporte, que foi de R$7.422,64 , integralmente na RF como tem sido nos últimos meses.


A evolução do patrimônio deu uma estagnada nesses últimos meses:






Os rendimentos do mês somaram R$2.496,65, com o valor no ano já tenso basicamente se igualado ao total do ano passado. Acredito que a meta de R$25K de rendimentos no ano será batida.


TRABALHO


No trabalho as coisas estão indo bem pro meu lado, apesar de alguns desafios complicados. Lembram que comentei que eu havia sido indicado como um dos ”destaques” aqui no Brasil? Pois bem, na reunião trimestral global eu venci um ”awards” trimestral que a empresa faz (e eu nem sabia disso). Eles indicam algumas pessoas de todas as regiões globais e eu fui um deles. Fiquei bem feliz em ver que em algum nível estou sendo reconhecido, mas claro, sem nenhum tipo de deslumbre.

Eu confesso que isso tem me feito ficar ainda mais preocupado com o plano Canadá: será que eu talvez não esteja deixando uma oportunidade muito boa nessa empresa pra ir pra algo sem garantia alguma? Parece que a área que eu estou irá crescer bem e provavelmente se tornar uma área autônoma, então acredito que a possibilidade de eu conseguir um cargo de maior destaque não seja nula (mas ainda assim acho pequena, pois estamos falando de uma multinacional enorme que provavelmente tem muita gente ”na fila” pra algo do tipo, e eu sou só mais um que entrou a pouquíssimo tempo).

Aquele processo que eu ia participar pra uma vaga em um outro país acabou não dando em nada. Ainda que desse, como eu havia comentado, seria complicado por conta da Alta, pois pra ela conseguir algo na área dela ia ser bem difícil.

Tenho também me inscrito em algumas vagas remotas que vejo na internet/LinkedIN da vida, porém nada aconteceu até o momento. Tenho pesquisado bastante sobre vagas remotas pra ganhar em dólar e tal, mas apesar de ver muita gente na internet que parece que trabalha dessa forma ainda acho que é bastante difícil de conseguir algo do tipo. Alguém que visita essa bagaça aqui trabalha dessa forma?

SAÚDE


Colando novamente o que escrevi no último mês pra ver se eu crio vergonha na cara nesse tema:

Vou colar exatamente a mesma coisa que escrevi mês passado: Nas questões de saúde tenho 0 novidades. Continuo sedentário, até agora não voltei a fazer as consultas com um novo endócrino e a alimentação segue o mesmo padrão (muito pouca gordura, doces e porcarias em geral).

PESSOAL


Setembro foi mais um mês sem grandes emoções. Novamente saí basicamente todos os finais de semana com a Alta. Não fizemos viagem nem nada, mas ainda assim gastei razoavelmente. Uma coisa que reparei é que basicamente todo o círculo social dela é composto por pessoas que apesar de, no geral, estarem muito ”bem de vida” pros padrões do Brasil, são também pessoas que têm o típico comportamento do brasileiro: só se vive uma vez. A galera me parece gastar o que ganha e talvez um pouco mais. É muito nítido que todos eles vivem um padrão de vida muito acima do nosso, e eu me pergunto se isso talvez não incomode ela um pouco. Eu enfatizei que isso é umca caraterística do círculo social dela porque, no caso dos meus amigos, eu apesar de ter alguns que seguem esse padrão, tenho mais amigos que não seguem. Alguns desses meus amigos trabalham no setor financeiro e ganham MUITO bem, porém eles são infinitamente mais comedidos.

Sobre o Plano Canadá, bem, está complicado. Depois de pesquisarmos muito sobre o plano, o país e etc, muito da nossa empolgação inicial deixou de existir. O sentimento de insatisfação de estar morando na Banânia não mudou em nada, mas realmente não estou tão certo de que o Canadá, especificamente, é um bom destino. Não sei se talvez nós nos deixamos levar por muito pessimismo que encontramos na internet sobre o Canadá, mas a situação lá me parece que está bem ruim, em quase todos os aspectos. Talvez tenha também o fato de que nós não somos um casal de fodidos aqui no Brasil, pois nesse caso provavelmente não veríamos defeito em nada. Enfim, isso é algo que tem tirado meu sono, pois eu não tenho absolutamente nenhuma vontade de continuar aqui mas não tenho conseguido encontrar uma saída. O tempo tem passado voando, estamos ficando velhos e o tempo é o maior inimigo em um planejamento desse tipo.

Eu cheguei a pensar em pegar aí um ano e meio +- e estudar pra caralho sobre a minha área aqui, me aprofundar em algumas habilidades específicas pra ter um currículo mais atrativo pra possíveis vagas fora daqui, mas o passar do tempo realmente é algo que me assusta. A sensação de que perder o timing do Plano Canadá será algo irreversível me deixa muito preocupado e ansioso.

Enfim, é isso pra esse fechamento meio bad vibes. Um abraço à todos.